Aprender a mostrar suas ideias e opiniões é uma habilidade que exige prática, a comunicação assertiva é extremamente relevante na hora de manifestar-se no ambiente de trabalho. Quando uma pessoa expressa suas próprias opiniões e sentimentos de maneira direta, e em um tom moderado, olho no olho, por exemplo, a chamamos de assertiva (ALBERTI, 1978 APUD MIGUEL, GARBI, 2003).

A comunicação assertiva é o equilíbrio entre a comunicação passiva e a agressiva. Um exemplo de comunicação passiva é quando um funcionário é solicitado a colaborar numa reunião, por exemplo, mas se exime de expor suas ideias, está exibindo um tipo de comportamento chamado de passivo (MIGUEL, GARBI, 2003, p.127). Chamamos uma pessoa de agressiva, por exemplo, quando observamos um conjunto de comportamentos como alto tom de voz, movimentos bruscos em direção ao ouvinte, palavras ofensivas etc. (MIGUEL, GARBI, 2003, p.127).

A seguir um exemplo de uma situação de trabalho para ser possível compreendermos melhor:

Imagine que a sua equipe de trabalho esteja discutindo como resolver um determinado problema no projeto que estão trabalhando. Adotar uma comunicação passiva seria se abster de dar a sua opinião e deixar que os outros decidam sobre o curso a seguir. Por outro lado, comunicar-se de forma agressiva seria se dirigir a um colega dizendo algo como “A sua ideia não é boa. Você não tem conhecimento nessa área assim como eu tenho”. Por fim, temos a opção da assertividade: Dessa maneira você diria algo como “Sugiro adotarmos este curso de ação pois os fatos A, B e C apontam que esta é a melhor solução”.  Procure apontar fatos e não apontar o dedo para o outro.

 

REFERÊNCIAS

 

Escrito por:
Bruna Becker
Psicóloga
Analista de RH Grupo Algo Mais