Estamos vivendo momentos muito difíceis. Momentos de guerra interna, onde nossos valores são questionados e postos à prova diariamente. Momentos de guerra externa, onde a luta pela sobrevivência predomina a cada dia. A boa notícia é que o grande objetivo da guerra é a busca da paz e do equilíbrio. A má notícia é que nem sempre ganha quem é o mais forte, mas sim aquele que se adapta melhor às situações. Aquele que entende que mudanças são necessárias. E é para falar sobre mudanças internas e externas que apresentamos hoje nosso parceiro Ronie Gabbi, Consultor Empresarial e fundador da Gabbi Consultorias estreando no Blog Grupo Algo Mais.

Alba Gorete Lenz 

Diretora Grupo Algo Mais

 

 

POR QUE A MUDANÇA É TÃO DIFÍCIL?

 

Que fomos colocados a prova em tempo recorde todos já sabemos, que fomos forçados a encarar um mundo VUCA, cujo conceito surgiu na década de 90 e apresenta um mundo caracterizado por volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade também já percebemos. Por sinal, o conceito consegue explicar muito bem o momento atual.

Os negócios, os profissionais, principalmente aqueles que ocupam cargos de liderança, precisam de dois eixos para continuarem encaixados estrategicamente com o mercado: mudança e velocidade.

Mudança, pela dinâmica do mercado, pela evolução do processo de decisão de compra dos consumidores, pelos novos comportamentos que desenvolvemos e adotamos com o passar dos dias, queremos que nossos fornecedores nos atendam primeiramente com o básico, com o óbvio e se depois nos encantarem, ótimo. Mudar é necessário para evoluir, se não mudamos, já ficamos desatualizados.

Velocidade, porque o mundo tem um tempo, um “time” onde as coisas acontecem. Se perdermos o “time” das coisas, perdemos oportunidades e nossos esforços acabam sendo em vão. É como aquele centroavante da equipe de futebol que erra o tempo de bola, quando ele chega na área para fazer o gol, a bola já passou.

Mas por que é tão difícil mudar? Por que demoramos para implantar novas estratégias, novas posturas, novos hábitos? Eu responderia essas perguntas da seguinte forma: pelo nosso mindset. Cada ser humano tem uma maneira única de ver o mundo, em pensamentos, e é isso que nos torna especiais, a nossa única maneira de ver o mundo. Mindset é a maneira como encaramos a vida, a maneira como pensamos sobre os acontecimentos, nosso mindset nos move em direção às mudanças, como também nos deixa inerte frente aos acontecimentos do mundo.

Então, como posso iniciar um ciclo de mudanças? A resposta para essa pergunta é autoconhecimento, sem saber onde você está, vai ser difícil andar na direção de onde quer chegar. Tenha certeza de quem realmente você é, e a partir dessa análise comece a mudar o que precisa ser mudado. Lembre-se de que o pensamento gera uma emoção, a emoção gera uma ação, a ação gera um resultado. Se seus resultados não estão sendo satisfatórios, mude seu mindset.

 

....

Por Ronie Gabbi

Administrador, Consultor Empresarial, Professor e Palestrante; Fundador da Gabbi Consultorias, prestadora de serviços em negócios e gestão e formador de equipes de vendas de alta performance; Professor de cursos de Graduação e Pós-graduação; Possui Especialização em Gestão Empresarial, em Inteligência e Coaching Estratégico e Doutorando em Desenvolvimento Regional e dinâmicas de mercado.