A Psicologia Organizacional e do Trabalho (POT), possui como princípio de estudo e mediação a relação entre o ser o humano, organização e seu trabalho. Seu objetivo é analisar e compreender como ocorrem as relações entre si e como se constituem. Em vista disso, as relações de trabalho se tornam parte da vida das pessoas, dos grupos e das organizações. A partir desse entendimento, o POT desenvolve estratégias com o intuito de promover saúde e promoção no estilo de vida desses trabalhadores (ZANELLI; BASTOS; RODRIGUES, 2014).

Tendo em conta a importância do trabalho dos psicólogos nas organizações e as necessidades de desenvolver estratégias, identificamos que no cenário de pandemia não foi diferente. Uma vez que, muitas organizações foram fechadas por meses ou até mesmo precisaram demitir seus funcionários. Tendo em mente que o cenário da COVID-19 desencadeou enormes problemas de saúde pública em grande proporção, sendo os aspectos emocionais um dos fatores que mais preocuparam, identificamos que os grandes autores nomearam a pandemia da COVID-19 como uma “pandemia do medo” ou “coronafobia” o que gerou impacto diretamente no funcionamento das organizações.

O que salientou ainda mais a importância dos psicólogos nas empresas e suas funções, onde foi preciso ofertar e promover estratégias para amenizar os impactos sociais e psicológicos que foram percebidos no decorrer do contexto pandêmico, buscando estabelecer novamente um lugar seguro e de promoção de saúde dos trabalhadores e de toda organização. Da mesma forma, as lideranças também empenharam-se para ofertar apoio às suas equipes, caso houvesse trabalhadores com dificuldade em enfrentar os sentimentos que vieram através da pandemia, o que proporcionou um espaço de acolhimento e escuta sempre que necessário dentro das organizações em tempos de incertezas e tantas angustias.

REFERÊNCIAS:

BARROS, Marilisa Berti de Azevedo et al. Relato de tristeza/depressão, nervosismo/ansiedade e problemas de sono na população adulta brasileira durante a pandemia de COVID-19. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 29, p. e2020427, 2020.

CAMARGO, Mário Lázaro; DE JESUS MACEDO, Renata Carvalho. Concepções sobre Psicologia Organizacional e do Trabalho entre estudantes de Psicologia. Semina: Ciências Sociais e Humanas, v. 41, n. 1, p. 63-80.

Escrito por:

Rudielly Marques

Estagiária em Psicologia Organizacional- Grupo Algo Mais