Esta tão falada, mas pouco explicada síndrome, se caracteriza quando uma pessoa atingiu o seu limite e esgota-se tanto mental quanto fisicamente. Contudo, esta não deve ser confundida com uma depressão, com o acumulo de estresse rotineiro ou com a ansiedade. Sendo que, para ser considerada Síndrome de Burnout, necessariamente, todo esse desgaste tem de estar ligado ao trabalho ou até mesmo aos estudos (CÂNDIDO, SOUZA, 2016).

A principal característica daqueles que sofrem com a síndrome de burnout é o estado crônico de fadiga, o estresse emocional e sensação de esgotamento, provocados por condições de trabalho desgastantes. O burnout está atrelado ao excessivo esforço físico, mental ou emocional, seguido de pouco tempo de descanso e o desejo de ser e fazer o melhor entre seus colegas de trabalho o que também influencia diretamente para o aparecimento dos sintomas (ABCMED, 2014).

Dentre os mais importantes sintomas físicos estão: dores de cabeça e musculares, problemas digestivos, tremores, palpitações cardíacas e cansaço acentuado. Já em relação aos sintomas de ordempsicológica, podem ocorrer usualmente: episódios de falta de ar, oscilações de humor, alterações do sono, dificuldades de concentração, irritabilidade, lapsos de memória, ansiedade, pessimismo e baixa autoestima, entre outros tantos. Por fim, do ponto de vista comportamental, percebe-se recorrentes ausências no trabalho, agressividade desmotivada, isolamento e perda do interesse pelo próprio trabalho e pelo relacionamento interpessoal (ABCMED, 2014).

Mas é sim possível reverter esse quadro, principalmente com o auxílio de profissionais e com alguns ajustes na sua rotina. O acompanhamento adequado para verificar o nível em que a síndrome se encontra é fundamental para a reversão do quadro. Desta forma, é extremamente importante consular um psicólogo, para aprender a desenvolver estratégias que ajudem aliviar o estresse e a pressão constante no seu ambiente profissional.

Escrito por:

Jaciara Fabich Righi

Psicóloga Clínica

CRP 07/34350

REFERÊNCIAS

ABCMED, 2014. O que saber sobre a síndrome de burnout?. Disponível em: <https://www.abc.med.br/p/psicologia-e-psiquiatria/556277/o-que-saber-sobre-a-sindrome-de-burnout.htm>. Acesso em: 24 mai. 2021.

CÂNDIDO, J.; SOUZA, R. L. Síndrome de Burnout: as novas formas de trabalho que adoecem. Paraná. 2016.